Assentamento de partículas


Assentamento de particulados sólidos – Redução da eletricidade estática e dos riscos de explosão
Evite perdas e aumente sua produtividade!

O método PRIME TECH consiste em aderir as partículas de pó existentes no ar às gotículas de água produzidas pelo sistema até que adquiram peso suficiente para precipitar por gravidade. Este mesmo princípio permite a redução de perdas ocasionadas durante o transporte de grãos e as diversas fases do processo de produção.

Sistemas Prime Tech

  • Assentamento de particulados sólidos em suspensão no ar gerados durante os processos de carregamento, descarregamento, armazenagem e transferência de produtos;
  • Redução da eletricidade estática;
  • Minimização dos riscos de combustão/explosão;
  • Controle da umidade relativa conforme a necessidade de cada processo;
  • Contribuição para a redução da temperatura do ambiente proporcionando melhor nível de conforto térmico aos colaboradores;
  • Condicionamento do ambiente dentro de parâmetros aceitáveis com relação à segurança do trabalho, devido à melhoria da qualidade do ar;
  • Baixo custo de operação e manutenção.
Como atuam os Sistemas Prime Tech no assentamento de particulados:

O sistema PRIME TECH de microaspersão é baseado na aplicação de água em micro gotículas acima do material particulado para prevenir que a poeira seja carregada pelo ar.

O objetivo é, através de uma névoa de água muito fina, molhar as partículas de poeira, para que as mesmas aumentem a sua massa, tornando-as mais pesadas e dificultando a sua movimentação pela corrente de ar. Isto é feito através de microaspersores posicionados estrategicamente onde o material é movimentado e tende a se expandir. Principalmente nos processos de carregamento, descarregamento e transferências.

A névoa de água também pode ser aplicada para criar uma cortina ao redor das áreas de transferências e manuseio (tratamento do perímetro). Os microaspersores devem ser de baixa velocidade, uma vez que a velocidade alta pode manter a poeira em suspensão. A eficiência do sistema de microaspersão depende da velocidade, tamanho de gota e principalmente da sua localização.

Em se tratando de sistemas de microaspersão, podemos dizer que “menos é mais”. O uso em excesso de água poderá trazer efeitos indesejáveis como a aderência do material em superfícies e equipamentos.
Utilizamos sistemas de microaspersão por alta pressão que produzem gotas não superiores a 10 micra.

A técnica está em produzir gotas muito próximas ao tamanho das partículas de pó em suspensão. Para que a partícula de pó ganhe massa, precisa ocorrer um fenômeno chamado de Aglomeração, que é a colisão das partículas em suspensão com as micro gotículas de água.
A localização dos microaspersores é fundamental para o sucesso de uma instalação. Os microaspersores devem ser posicionados o mais próximo possível dos pontos de geração de pó.
Conte com a experiência de mais de 20 anos da Prime Tech para desenvolvimento de seu projeto!

Veja outras aplicações em Agrícola, Criação de Animais, Industrial, Industrial-Tecelagem e Controle de odor.